ABONG -  - Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais

associe-se

conheça nossas associadas

Procure pelo nome em um dos campos abaixo:

selecione
selecione

Ou faça aqui uma busca detalhada:

selecione
selecione
selecione
selecione
  • APOIO

    • Pão Para o Mundo
  • REDES

    • Plataforma MROSC

Nota de apoio à luta contra o arbítrio e a intolerância: solidariedade à pastora Lusmarina e ao pastor Inácio

11/09/2018

Os movimentos e organizações da sociedade brasileira abaixo assinados manifestam sua mais profunda solidariedade à Pastora Lusmarina Campos Garcia e ao Pastor Inácio Lemke que vem sendo vítimas do ódio por suas atitudes e posicionamentos. A liberdade de pensamento e de expressão são fundamentos da convivência e reconhecidos como direitos humanos protegidos constitucionalmente.

 

O contexto que reforça os desejos de morte e de destruição dos/as outros/as, daqueles/as que pensam ou que querem ser a seu modo, sem com isso a ninguém outro/a prejudicar, atenta contra a dignidade fazendo com que não possa existir; interditam a convivência; matam a esperança, até porque, a existência, a convivência e a dignidade não se reduzem à simples sobrevivência física. A vida se faz com solidariedade, fraternidade, respeito e, acima de tudo, com condições igualitárias para proteger as vidas que, por sua precariedade, por sua finitude, precisam de mais cuidado e proteção, especialmente aquelas que, pela perversa lógica concentradora e excludente foram postas em situação de maior vulnerabilidade.

 

Nestes momentos, assumir posição, tomar lado, publicizar, explicitar, é uma necessidade, visto que impede que a monotonia do pensamento único se espalhe como conformação que vai normalizando e naturalizando posturas e práticas inaceitáveis por intolerantes e desumanas. Sair do conforto e provocar reflexão é fundamental para ajudar as pessoas a saírem do “automático”, do convencional, que, como já conhecemos, foi o que produziu as piores barbaridades ao longo da história.

 

Por isso reconhecemos os esforços das várias pessoas, organizações e instituições, expressões religiosas e igrejas, inclusive da IECLB, que se manifestaram enfaticamente na defesa da liberdade e da justiça, da igualdade e da dignidade de todos/as quantos/as, entre eles/as Lusmarina e Inácio, que sofrem por tomarem posição e por corajosamente se somarem aos/às muitos/as que nas ruas formam coalisões que lutam para que os direitos humanos sejam mais do que uma promessa e se transformem e vida em abundância para todos e todas. Nenhuma vida está disponível para ser desperdiçada ou para ser abandonada. Somos todos/as responsáveis por todos/as. Direitos Humanos, já!

 

Brasília, 05 de setembro de 2018

 

MOVIMENTO NACIONAL DE DIREITOS HUMANOS – MNDH

 

Seguem adesões:

MNDH - Movimento Nacional de Direitos Humanos
Articulação para o Monitoramento dos Direitos Humanos no Brasil
Abong - Organizações em Defesa dos Direitos e Bens Comuns
AJD - Associação Juízes para a Democracia
Conselho Indigenista Missionário - Cimi
M3D Movimento Democracia Diálogo Diversidade
Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB)
PAD - Articulação e Diálogo Internacional
Centro de Defesa da Vida Herbert de Souza
Cdes Direitos Humanos Centro de Direitos Econômicos e Sociais
Centro Dos Direitos Humanos De Joinville Maria Da Graça Bráz
CDHPF - Comissão de Direitos Humanos de Passo Fundo
Comitê Goiano de Direitos Humanos 'Dom Tomás Balduino'
Fórum Mulheres Mercosul Brasil
Instituto de Direitos Econômicos, Sociais e Culturais (IDhESCA)
IDhES Instituto - Instituto de Direitos Humanos, Econômicos e Sociais 
Organizacao de Direitos Humanos Projeto Legal
Smdh Vida - Sociedade de Apoio aos Direitos Humanos

 

PALAVRAS-CHAVE

  • PROJETOS

    • Novos paradigmas de desenvolvimento: pensar, propor, difundir

Rua General Jardim, 660 - Cj. 81 - São Paulo - SP - 01223-010
11 3237-2122
abong@abong.org.br

design amatraca